Cônsules, embaixadores e representantes comerciais internacionais visitam Vale do São Francisco em ação do Sistema CNA/SENAR/ICNA 

Com visitas técnicas a propriedades, fazendas, órgãos e projetos de fruticultura irrigada, o Programa de Intercâmbio AgroBrazil - do Sistema CNA/SENAR/ICNA -  teve início nesta segunda-feira (24) pelo Vale do São Francisco. Pelo menos 10 representantes de 9 países vão conhecer, até a próxima sexta-feira (28), a diversidade da produção brasileira no setor de frutas. Nesta terça (25), a programação foi iniciada pela Fazenda GrandValle - localizada em Casa Nova (BA).

Segundo a superintendente de Relações Internacionais do CNA, Lígia Dutra, a ideia não é apenas promover o agronegócio brasileiro e promover sua imagem entre representantes de mercados consumidores, mas também dispor de novas opções de abertura de mercado.

 

"A fruticultura é um setor importante, que gera emprego e renda, com enorme impacto social e que na nossa pauta exportadora está expandindo com grande valor agregado. Com isso, conseguimos diversificar nossas exportações que são atualmente concentradas em 10 produtos do agro. Começar aqui - em uma região com produtos que já vêm ganhando mercado, com tradição exportadora, mas que ainda pode diversificar mais - foi a melhor estratégia. Precisamos de produtos com esse impacto", explicou Lígia.

De acordo com Lígia, os estrangeiros ainda têm uma visão equivocada sobre a produção agrícola do Brasil. "Pensa-se que ainda se pratica uma agricultura do passado, que não preservava o meio ambiente e não mantinha nenhuma integração com as comunidades. E aqui, na fruticultura irrigada do Vale, essa percepção pode ser modificada e podemos acabar com estereótipos. Ao passo que fazemos isso, aproximamos as pessoas e expandimos nossa produção para abrir novos mercados", destacou.

No cronograma do Programa de Intercâmbio AgroBrazil estão desde propriedades menores até áreas já consolidadas, como as vinícolas da região e própria GrandValle. "Inserimos a fazenda em nossa agenda por ser uma exportadora que participa de vários projetos e possui métodos de produção certificados, referenciados nacional e internacionalmente. Mas também queremos mostrar aos embaixadores e cônsules as propriedades menores, que ainda não chegaram lá; para entender os desafios, apoios necessários e como têm se beneficiado desse aumento comercial que a fruticultura tem registrado", complementou.

O grupo visitou todas as áreas produtivas da propriedade. Atualmente, o volume de produção da GrandValle é de cerca de 5 mil toneladas de manga e 3 mil toneladas de uva. Já a produção de suco de uva é de, aproximadamente, 300 mil litros por ano, enquanto o plantel de ovinos de corte gira em torno de 1500 cabeças.  "Fazer parte do roteiro do Programa de Intercâmbio AgroBrazil é uma grande oportunidade de apresentar aos representantes de países parceiros o trabalho que desenvolvemos com o mais altos níveis de tecnologia, aliado à sustentabilidade e ao bem estar dos nossos trabalhadores. A troca de informações e experiências também é muito bem vinda", destacou a diretora administrativa da GrandValle, Lara Secchi.

A cônsul do Uruguai em Salvador (BA), Lorena Garcia, visitou o Vale pela primeira vez e considera a ação da CNA de extrema importância para estreitar os vínculos entre Bahia, Pernambuco e Uruguai. "Hoje tivemos acesso a uma realidade que desconhecíamos. Geralmente a fruta já chega pronta para consumo à mesa e desconhecemos a origem, seu processo de produção. Ver que tudo é feito com transparência, muito trabalho e esforço, dedicação e, principalmente, com amor, é o mais importante. O resultado é um produto muito bom", disse.

Também participam da comitiva integrantes do Sistema CNA/SENAR/ICNA, além de Toto Riyanto (Embaixador da Indonésia), Changqing Bai (Primeiro Secretário da Embaixada da China), Jaime Hernan Zurita Serrano (Adido da Embaixada do Equador), Jose Luis Gonzalez Uribe (Conselheiro da Embaixada do México), Marta Olkowska (Chefe da Seção Política e Econômica da Embaixada da Polônia), Pedro de León Garrido (Trade Advisor da Delegação da União Europeia), Raymond Okechukwu Nebo (Ministro Conselheiro da Embaixada da Nigéria), Seyed Abolhassan Mobasher (Conselheiro da Embaixada do Irã) e Sudarsono Soerdirlan (Economic Affairs da Embaixada da Indonésia).

Após a parada no Vale, o grupo segue para Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, em 16 de julho, para visitar mais três cidades.

 

 

Da Assessoria de Imprensa da GrandValle com informações da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil.