Suco de uva integral do Vale do São Francisco pode ser grande aliado no combate à hipertensão, colesterol alto e obesidade

Com apoio da GrandValle, grupo de 12 pesquisadores de Petrolina e Juazeiro realizaram no Piauí uma pesquisa que pode comprovar benefícios da bebida em idosos.

Uma pesquisa realizada por cientistas e profissionais da área de saúde ligados à Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e Embrapa Semiárido, entre abril e julho de 2017, investiga se o consumo habitual de suco integral de uvas plantadas do Vale do São Francisco pode trazer benefícios à saúde de idosos. Entre os possíveis ganhos, estão a redução da pressão arterial, dos níveis de colesterol no sangue e de gordura corporal.

 

Para a avaliação, foram reunidas 52 pessoas hipertensas com idade acima de 60 anos, residentes no município de Valença do Piauí (PI) - a 200 km de Teresina (PI). "Dividimos a amostra em quatro subgrupos: 16 pessoas tomaram 200 ml de suco de uva integral no lanche da tarde. Dez pessoas fizeram apenas caminhadas moderadas de 50 minutos, três vezes por semana. Outras 15 pessoas tomaram o suco e fizeram os exercícios nos moldes dos outros grupos anteriores. E, por último, 11 pessoas que não passaram por qualquer uma destas intervenções", explicou a nutricionista Juliane Barroso Leal. 

O estudo teve participação de 12 profissionais ao longo de 12 semanas e, ao todo, foram consumidos 555 litros de suco de uva integral doados pela GrandValle, com sede em Casa Nova (BA). "Outras pesquisas já indicaram altos níveis de antioxidantes nas uvas BRS Isabel Precoce e BRS Violeta - ingredientes do suco elaborado em nossa fazenda. Estamos confiantes nos resultados deste novo estudo e dispostos a colaborar cada vez mais para os avanços científicos em nossa rica região", indicou a diretora administrativa da Fazenda, Lara Secchi. 

Segundo o professor doutor em Educação Física e líder da pesquisa, Ferdinando Oliveira Carvalho, a intenção é ir além de indicar o suco como aliado no combate à hipertensão. "Vamos também divergir a composição nutricional do suco da região do Vale com o suco produzido na região sul do país, através de análise físico-químico dos compostos presentes no suco de uva da GrandValle. Temos razões para acreditar que temos uma bebida única no mundo e extremamente saudável", indicou o cientista. Os resultados estão em análise e deverão ser divulgados até outubro de 2017.